Branding social: 3 passos para humanizar sua marca
Postado em | por Otavio Albano | em Branding, Empreendedorismo

Branding social: 3 passos para humanizar sua marca

Não há como negar: branding e marketing são práticas cada vez mais sociais. Seu sucesso não virá se você não humanizar sua marca. Ou seja, sem um toque pessoal, você está perdido no mundo dos negócios.

É imprescindível abordar os negócios sob uma perspectiva humana. A não ser que sua empresa seja um conglomerado multinacional, você não vai conseguir se esconder atrás de anúncios e relações públicas — você vai ter que lidar com seu público, esforçar-se e confiar em referências boca a boca.

Seu foco, mais do que nunca, deve ser tornar o público parte da sua história. É aí que entram os 3 “passos” para humanizar sua marca: lições simples que você precisa ter em mente quando contar a sua história.

1. Seja o mais honesto possível

Por que as pessoas compram da marca A e não da B? Porque elas conhecem e gostam dela. Na verdade, seus clientes se importam com só uma coisa: a conexão pessoal. Essa conexão pessoal os leva a gostar, confiar e comprar de você e não do seu concorrente.

Há uma lição simples aqui, mas uma lição que muitos esquecem: ser genuíno e honesto. Não se esconda atrás da fachada das mídias sociais, relações públicas ou do seu blog. Seja você mesmo e mostre ao seu público porque sua empresa existe, de verdade.

Você pode me dizer: mas eu só tenho minha empresa para poder me sustentar e ganhar dinheiro. Será mesmo? Ser empresário não é fácil. Tenho certeza que há várias formas muito mais fáceis para ganhar a vida. Então reflita na razão de existir da sua empresa e torne essa razão conhecida.

2. Perceba que seu negócio é social

Negócios são sociais. Muitas pessoas esquecem isso porque estão presas na falácia de que hoje você tem que estar online, de qualquer forma.

De nada adianta lindos posts diários se você não é capaz de conversar com o seu público, responder suas dúvidas e sanar suas reclamações.

Nos negócios, você precisa aparecer e interagir com as pessoas. Nas mídias sociais e fora delas. As redes sociais são apenas isso: sociais.

Nós tendemos a tratar as pessoas de maneira diferente online versus offline, mas não devemos. Pare de ser um empresário ao vivo e outro completamente distinto online. Trate seu público como gostaria de ser tratado. Coloque-se no lugar dos seus clientes, não importa a situação.

3. Ame seus clientes (e seu público)

Pessoas bem sucedidas amam o que fazem. Ser empreendedor é amar seu negócio e ser capaz de transmitir esse amor a seus clientes.

Se você não demonstrar que realmente se importa com o seu público, ele não criará nenhum vínculo com você. Lembre-se: em última instância seu ganha-pão é o seu cliente. Como não amar quem lhe dá meios para viver de forma segura e confortável?

Estas são práticas simples que você deve incorporar em seu negócio. As pessoas ainda querem comprar de outras pessoas que gostam, conhecem e confiam. Essa parte não mudou. Por isso, trabalhe para incorporar as práticas acima na sua história de marca à medida que você se envolve com os clientes todos os dias.


A METAPHOR BRANDING é uma agência de design especializada em criação e gestão de marcas.
Quer transformar o seu negócio? Entre em contato com a gente!

Deixe uma resposta