Naming: como nomear a sua empresa
Postado em | por Otávio Albano | em Branding, Empreendedorismo

Naming: como nomear sua empresa

Mais um ano que começa (Feliz 2019!) e muitos clientes aparecem em busca de iniciar um novo negócio. E, em mais de 90% dos casos, o mais difícil é nomear a nova empresa.

Por três motivos: (1) o nome que o cliente tem em mente já existe e não poderá ser registrado no INPI (imprescindível caso você realmente queira crescer), (2) o cliente tem um nome fraco ou sem nenhuma ligação com o seu público-alvo ou leque de serviços ou (3) o cliente não tem ideia do nome para a nova empreitada.

O que torna um nome “bom”?

Antes de tudo, é importante considerar o objetivo principal do seu nome. As duas direções mais comuns a serem consideradas são:

  • nome descritivo: um nome que comunica claramente os serviços que você oferece;
  • nome abstrato: um nome inédito que será a base para a nova marca.

Provavelmente haverá alguma sobreposição entre as duas direções, mas é útil escolher um caminho para ancorar seu processo de brainstorming e tomada de decisão.

Também é importante considerar o futuro!

Por exemplo, Brasil Foods é um nome incrível para uma marca que vende apenas produtos alimentícios. Mas se ela quiser expandir sua linha de produtos, seu nome se torna um pouco confuso e potencialmente enganoso. Sabendo disso, a marca tornou-se brf — mesmo sem ampliar sua atuação, ela já está pronta para oferecer produtos distintos.

O que fazer ao nomear uma empresa

Se você quer acertar ao nomear sua empresa, siga as instruções abaixo. Não é necessário estar de acordo com todos os itens mas, quanto mais, melhor:

  • seu nome deve ser curto, simples e cativante;
  • ele deve criar uma forte imagem mental;
  • ele deve ser legível e sem caracteres especiais (SEO friendly), assim aparecerá nos resultados do Google quando alguém pesquisá-lo diretamente;
  • ele explica sua missão ou evidencia seus benefícios;
  • ele tem um significado, compatível com a sua história e a da sua empresa. Sim, as pessoas vão perguntar o que ele significa (e isso é bom)!

E o que NÃO fazer!

Da mesma forma que é importante ter as qualidades acima, é imprescindível não cometer os erros abaixo.

  • Problemas de ortografia. Alguém terá problemas em pesquisar seu nome no Google?
  • Semelhanças “estranhas”. O seu nome é muito parecido com o de um concorrente? Lembrando que o INPI não registra nomes com pronúncia ou ortografia parecidas com marcas já existentes na mesma área de atuação.
  • Nomes muito aleatórios e desconectados da sua marca.
  • Seu domínio (seunome.com.br) não está disponível.
  • Seu nome é ofensivo em outro idioma. Desde que o idioma seja relativamente conhecido em nosso país (fuja de termos em espanhol e inglês cujo significado você não conhece muito bem)!
  • Seu nome é difícil de pronunciar. Lembre-se que se alguém não consegue achar sua empresa por não saber como seu nome é escrito você está perdendo clientes.

Está em dúvida sobre o nome do seu negócio? Entre em contato com a METAPHOR e o ajudaremos a escolher um nome perfeito para a sua marca!


A METAPHOR BRANDING é uma agência de design especializada em criação e gestão de marcas.
Quer transformar o seu negócio? Entre em contato com a gente!

Deixe uma resposta