Qual o objetivo do branding?
Postado em | por Otávio Al'ban | em Branding, Empreendedorismo

Qual o objetivo do branding?

Muitos dos clientes da METAPHOR nos procuram para simplesmente “fazer um logo” e não fazem ideia do que é branding, muito menos qual o objetivo do branding para uma empresa.

Antes de falarmos de branding, vale a pena entender a diferença entre branding e marketing. O trabalho do marketing é fazer um produto ou serviço “parecer bom” para as pessoas. Esse processo envolve:

  • ouvir o mercado para aprender o que o mercado quer (ou quer ouvir);
  • encontrar uma maneira de conectar o que o mercado quer com algo que você está vendendo;
  • dizer ao mercado como o que você está vendendo é exatamente o que seu público quer.

Quem é você?

Quando o marketing não é claro sobre sua marca, há todo tipo de tentação de ser quem o mercado quer que você seja, em vez de ser quem você é. Isso é tão ruim em negócios quanto em um namoro — não que algum de vocês tenha tentado ser alguém diferente de você mesmo para impressionar o objeto de suas afeições ;).

Nenhuma organização (ou pessoa) será muito boa em construir um relacionamento até saber quem é e o que tem a oferecer aos outros.

O objetivo do branding é conhecer e viver consistentemente a partir de uma identidade verdadeira, de uma história real. Assim, suas vendas, seu marketing, seus produtos, suas operações e toda a cultura da sua empresa se alinharão e amadurecerão de maneira convincente e significativa para qualquer pessoa.

Uma marca é a história de uma ou várias pessoas indo em uma direção, convidando-as a viajar com elas.

Sua marca é a representação da sua vida

O que você faz a cada dia é, por definição, o que você faz com sua vida. Se sua marca não puder expressar por que seus funcionários (ou clientes) devem dedicar uma parte de suas vidas para viajar com sua marca, ela é — para ser curto e grosso — ruim.

Quando você negligencia sua marca, você autoriza seu público a baratear seus produtos e serviços e seus valores. Sua vida é importante. Uma boa marca sabe disso.

A falta de branding também é branding

Você não precisa fazer o branding da sua empresa nem ligar para o significado que sua empresa tem para as pessoas. Mas isso não significa que sua marca não será formada: seu público vai analisar sua marca de uma maneira ou de outra.

Se você não criar seu branding intencionalmente, isso ocorrerá passivamente:

  • seus produtos ou serviços tornam-se simples mercadorias;
  • seus custos de recrutamento e treinamentos aumentarão;
  • seus funcionários não terão nenhuma fidelidade à sua empresa;
  • seus clientes serão tentados a ir para os concorrentes cada vez mais facilmente.

Com o tempo, seu público percebe que sua marca se confunde com várias outras que não compartilham seus valores. E para migrar para empresas mais antenadas com o que ele quer será um pulo.

Branding traz significado e clareza

O objetivo do branding é honrar os valores das pessoas (você, seus funcionários e seu publico) e adicionar significado e clareza às suas vidas e trazer seus lucros para o “lado bom da força”.

Sem branding você pode até crescer e ter lucro. Mas, com o tempo, você vai perceber que sem uma marca e valores fortes, seu sucesso é temporário e sua felicidade como empresário se resumirá a cifras.

Empresas que visam apenas o lucro e não têm uma definição clara de seus valores estão destinadas a desaparecer. E o branding é a melhor forma de reencontrar sua essência dentro do mundo corporativo.

Semana que vem, tem mais branding e empreendedorismo. Até lá!
Otávio Al’ban


 

Precisa de ajuda para melhorar sua marca?
Entre em contato com a gente e teremos muito prazer em ajudar.

Dúvidas? Ideias? Sugestões para novos posts? Comente abaixo e responderemos assim que possível.

Deixe uma resposta